Descida de Itaocara a Portela

Uma das mais tradicionais descidas da região.

Em maio de 2015 percorri os 48 Km do rio Paraíba do Sul no trecho que começa em Itaocara e vai até São Fidélis, neste trajeto encontra-se um trecho bem especial tanto pelas belezas quanto pelas corredeiras: Itaocara a Portela. Agora vamos descrever detalhadamente um pouco mais desse maravilho paraíso, para demonstrar o potencial para pratica de Canoagem, Stand UP Paddle e Pesca Esportiva, aqueles que querem simplesmente curtir um passeio de barco a motor, um banho de rio, um acampamento, enfim os amantes da natureza.

O percurso é uma das mecas para os praticantes de canoagem descida e foi local de vários campeonatos brasileiros de canoagem da modalidade. Não é um trecho com um grau de dificuldade grande e o desnível pequeno. As corredeiras são de volume e prevalece a formação de ondas.

O rio Paraíba do Sul neste trecho tem largura média de 500 metros e é composto por um complexo de ilhas. A mata ciliar é razoavelmente preservada, principalmente nas ilhas. A pesca esportiva de corrico de dourado e robalo é muito praticada e apreciada pela quantidade de ações. A piscosidade é grande, ainda encontram-se carpas, piaus, piabanhas, caximbaus, tilápias, tainhas e tucunarés, dentre outras espécies.

São cerca de 12 km de boas corredeiras e muita beleza natural.

Começamos em Itaocara saindo da Praça dos Quiosques.

Mauazinho

Corredeira do Zé Maria

Corredeira da Roda D’água

Poço da Ilha do Estado

Corredeira do S

Poço do XXXXX

Corredeira da Brilhante

Ilha do Nino

Corredeira da Peroba I

Corredeira da Peroba II

Tatu

Corredeira do Miguel Cardoso

Corredeira do Quebra Canga

Portela (distrito de Itaocara localizado a 12 km da sede do município)

Finalizamos retornando de carro para o Restaurante Ilha do Nino. Tel: (22) 3861 4049.

Observações Finais e IMPORTANTES.

Ressalto que o nível do rio é bem distinto ao longo do ano e as condições mudam para cada nível.  Logo é importante se informar sobre as condições da época.

Atualmente, abril de 2016, o rio Paraíba do Sul está em seu nível mais baixo, recorde histórico, desde quando a marcação começou a ser efetuada. Fato que é muito preocupante.

No período de estiagem, aproximadamente de abril a setembro o rio Paraíba fica com nível mais baixo e com as águas mais claras. No pico da estiagem, geralmente de julho a setembro, suas águas ficam bem claras, como um rio de serra, as corredeiras ficam mais inclinadas e com ondas íngremes. Na época das águas, tempo das chuvas, o Paraíba do Sul tem seu nível elevado conforme a intensidade das chuvas. Em janeiro e fevereiro, ele geralmente está em seu nível mais elevado. Neste período, as águas se tornam bem densas e turvas e as corredeiras ficam extensas e com ondas enormes.

Outra coisa importante a revelar é que o nível de dificuldade das corredeiras é pequeno; em condições de normalidade, classe I e II em sua maioria; mas requer todo cuidado possível e o uso dos equipamentos de segurança torna-se obrigatório. Como o rio é bem largo há possibilidade de desvio de qualquer corredeira, inclusive as portagens são bem tranquilas de fazer, caso seja necessário. Em níveis normais, todo trecho do Paraíba é navegável com embarcações pequenas, barcos a motor modelo 9 pés que são usados pelos pescadores esportivos de dourado e robalo.

A comida típica que encontramos nos restaurantes do trajeto é peixe. Principalmente, caximbau, dourado, robalo, carpa, piau e traíra feitos fritos ou em moqueca acompanhados de pirão, arroz e salada.

Percebam que o tempo de descida vai variar dependendo do tipo de caiaque ou embarcação e da intensidade do canoísta.

Equipamentos: Caiaque TS Adventure da Canoamm, remo de carbono modelo Rasmussem Italiano, colete Race Canoe, saia Shockwave Immersion Research e capacete WRSI.

É impossível demonstrar por algumas fotos toda beleza, ainda pelo fato de terem sido tiradas de dentro do caiaque, o que mostra somente um ângulo de um fotógrafo muito amador. Por isso é imprescindível que vocês confiram todos nossos álbuns principalmente os dos passeios.

Álbuns completoshttps://www.facebook.com/acainoagem/photos_stream?tab=photos_albums

Qualquer dúvida ou informação não hesite:

Jefferson, jeffersonvfigueiredo@yahoo.com.br

ACAI – Associação de Canoagem de Itaocara,   acainoagem@gmail.com

                                                                          http://www.acainoagem.com.br

Mapa Google Earth

https://sites.google.com/site/acainoagem/home/passeios/portela/portela.jpg
 

 

ċ
Descida Portela.kmz
(3k)
ACAI Canoagem,
28 de abr de 2016 15:46