home‎ > ‎Passeios e Turismo‎ > ‎

Quebra-Anzol

Descida de Paraoquena a Prainha das Três Cruzes


Palco de mais de 30 campeonatos de canoagem sendo 20 Campeonatos Brasileiros de Canoagem Descida. O percurso é uma meca para os praticantes de canoagem descida e referência para o esporte. O trecho encontra-se no município de Santo Antônio de Pádua, cidade de grande tradição na canoagem nacional.

O trecho possui 3 km e largura média de 100 metros, pode-se observar o Rio Pomba com uma mata ciliar bem preservada e natureza exuberante, além de ótimas corredeiras. O nível de dificuldade das corredeiras é pequeno, que em condições de normalidade é de classe I e II, com destaque para corredeira do Quebra-Anzol de nível 2 na classificação oficialNo entanto, todo cuidado possível e o uso dos equipamentos de segurança torna-se obrigatório. As portagens são bem tranquilas de fazer, caso seja necessário

O que pretendemos é ir além da prática esportiva, tentando demonstrar detalhes desse maravilho paraíso. 

Desembarcamos em Paraoquena distrito de Santo Antônio de Pádua-RJ, bem ao lado do Bar Visual.

Porto em Paraoquena, distrito de Santo Antônio de Pádua-RJ, localizado a 7 km da sede do município.

Corredeira XXXXX

Mata Ciliar

Linda paisagem

Corredeira Quebra-Anzol

Corredeira da Prainha das Três Cruzes

Finalizamos na Prainha das Três Cruzes.


Quem quiser esticar o passeio pode optar em seguir pelo Rio Pomba até a "Ponte do Nando". Esse trecho tem um total de 8 km (3 km até a Prainha das Três Cruzes mais 5 o restante) e é o trecho onde aconteceu o Tributo a Paroca.


Observações Finais e IMPORTANTES.

A Prainha das Três Cruzes é bem popular e tem acesso de fácil localização.

Ressalto que o nível do rio é bem distinto ao longo do ano e as condições mudam para cada nível.  Logo é importante se informar sobre as condições da época.

Atualmente, novembro de 2015, o rio Pomba está em seu nível mais baixo, recorde histórico, desde quando a marcação começou a ser efetuada. Fato que é muito preocupante.

No período de estiagem, aproximadamente de abril a setembro o rio Pomba fica com nível mais baixo e com as águas mais claras. No pico da estiagem, geralmente de julho a setembro, suas águas ficam bem claras, como um rio de serra, as corredeiras ficam mais inclinadas. Na época das águas, tempo das chuvas, o Pomba tem seu nível elevado conforme a intensidade das chuvas. Em janeiro e fevereiro, ele geralmente está em seu nível mais elevado. Neste período, as águas se tornam bem densas e turvas e as corredeiras ficam extensas.

A comida típica que encontramos nos restaurantes do trajeto é peixe. Principalmente, caximbau, dourado, robalo, carpa, piau e traíra feitos fritos ou em moqueca acompanhados de pirão, arroz e salada.

Percebam que o tempo de descida vai variar dependendo do tipo de caiaque ou embarcação e da intensidade do canoísta.

Equipamentos: Caiaque TS Adventure da Canoamm, remo de carbono modelo Rasmussem Italiano, colete Race Canoe, saia Shockwave Immersion Research e capacete WRSI.


Qualquer dúvida ou informação não hesite:

Jefferson, jeffersonvfigueiredo@yahoo.com.br

ACAI – Associação de Canoagem de Itaocara,   acainoagem@gmail.com

                                                                               http://www.acainoagem.com.br

                                                                              
Mapa Google Earth

 

 

Comments